Para trabalhar com um visto de estudante, você deve:

  1. Acessar o site da Imigração e fazer o download do documento de solicitação de autorização
  2. Preencha este documento
  3. Tenha em mãos seu passaporte e cartão de residente estrangeiro (Zairyu Card)
  4. Envie o arquivo para o escritório da imigração
  5. Uma vez obtida a autorização, permitirá que você trabalhe no máximo 28 horas por semana.
  6. Atenção, é aconselhável encaminhar-se o mais cedo possível para a imigração, pois seu atendimento é um tanto procurado.

Você quer morar e estudar no Japão, mas sem permissão de trabalho esse sonho parece impossível? Você mora no Japão, porta um visto de estudante mas, quer trabalhar para manter-se até o final do mês? Aqui estão algumas dicas que podem ajudá-lo(a) a trabalhar no Japão durante o período de seus estudos.

Muitos desejam experimentar viver e trabalhar no Japão, além de poder também estudar em uma Escola Japonesa . Assim, para estes fins, tirar o visto de estudante pode se tornar um passo indispensável. Este não só permitirá que aumente seu nível de japonês, mas também lhe dará tempo para aprender mais sobre o Japão, eventualmente ainda lhe capacitará a escolher sua universidade ou carreira que tanto sonha realizar no arquipélago.

Viver no Japão também é um investimento financeiro

Apenas aqui, tal projeto é frequentemente visto, originado da paixão pelo Japão. Podemos dizer também que se trata de um investimento caro: passagens aéreas, alojamento, vida diária, transporte e passeios que podem rapidamente pesar em suas finanças.Neste caso, a permissão para trabalhar em solo japonês pode facilitar na soma total de seu orçamento.

download your resume sample

O mercado de trabalho no Japão

Com 2,8% dos candidatos empregados no início de 2017, o Japão ainda está atualmente empregando agentes e recebendo muitas ofertas das quais não encontram candidatos. Para os estudantes, existe o que é chamado aqui de “baito” (バイト). Baito trata-se de serviços temporários. Em restaurantes, hotéis, lojas, editores de videogames ou escolas estrangeiras de Tóquio, regularmente procuram candidatos que possam trabalhar dentro destas condições de contrato. Às vezes é necessário um nível mínimo de japonês, mas não é incomum que algumas empresas contratem iniciantes para trabalhar apenas com inglês ou em sua língua nativa.

Posso trabalhar com o visto de estudante?

O visto de estudante é um documento que lhe concede a permissão para residir e estudar no território japonês. Regularmente, este visto não permite que o titular trabalhe. No entanto, para melhorar sua vida diária com mais tranquilidade e segurança no Japão, você poderá solicitar uma autorização, permitindo-lhe trabalhar em solo japonês com um visto de estudante. No entanto, para iniciar seus estudos de japonês nas melhores condições possíveis, aconselhamos que não trabalhe durante os 3 primeiros meses de sua estadia.

 

Trabalho no Japão com visto de estudante

Faça sua solicitação da autorização de trabalho como um candidato estrangeiro no Japão

Para começar, acesse o site da imigração em inglês e imprima o documento intitulado: “Application for Permission to Engage in Activity other than that Permitted under the Status of Residence Previously Granted” (Solicitação de permissão para realização de outras atividades que não estão permitidas sob o status de residência anteriormente concedida”. Feito isso, preencha o documento. Você deverá aos cuidados do escritório de imigração. O documento deverá ser averiguado pelo departamento de imigração. Tenha ciência de que poderá trabalhar apenas sob certas condições, que poderão ser realizadas sem alterar seu status de permanência.

Para obter sua licença, terá que trabalhar por apenas 28 horas semanais. O que poderá ajudá-lo(a) em sua vida diária durante seus estudos no Japão.

Atenção!

Os serviços de imigração não são feitos apenas aos solicitantes. Assim, aconselhamos a ir ao departamento de imigração antes de abrir. Caso contrário, certamente terá que enfrentar longas esperas.
Não é necessário usar o direito de previdência para garantir os financiamentos pré-classificados para o candidato. Uma promessa de emprego a tempo parcial em solo japonês não isenta você disso. O trabalho é muito bom, mas é melhor do vício, mas é para financiar seus estudos.

Setores de atividade proibidos para estudantes estrangeiros no Japão

Uma vez obtida a isenção, os alunos estrangeiros poderão iniciar seus trabalhos imediatamente. Porém, mesmo com autorização, certos setores permanecem estritamente proibidos.

É o caso, por exemplo, da maioria dos empregos relacionados à vida noturna e lojas de bebidas. Assim, um aluno não poderá trabalhar como anfitrião em um clube japonês. Além disso, também é proibido trabalhar em fliperamas e pachinko. Finalmente, casas de massagem, lojas para adultos e hotéis românticos também serão proibidos.

Riscos incorridos se você realizar uma atividade proibida para estudantes no Japão

Se você for estudante, esteja ciente de que ser empregado por esses tipos de lugares, mesmo que não esteja diretamente envolvido nas atividades acima mencionadas, é em si uma violação da regra. Tal violação pode expor você ao cancelamento do seu visto de estudante e à deportação do território japonês.

Tags: